quarta-feira, 13 de maio de 2015

Só 422 escolas técnicas federais e 14 universidades federais. Quem fez? Adivinhe!


Imagina coisas assim, como esses dados, nas mãos da mídia, dos Fantásticos e Globos Repórteres da vida. Isso só aconteceria, nem precisava tanto assim, caso fossem ‘obras’ do multidoutor, o fhc, enquanto isso, mesmo muitos dos beneficiários desse sistema inusitado de educação montado em 12 anos de governo do PT, ‘modernamente’, devem votar no psdb, já que parece meio ‘démodé’, votar na ‘esquerda’ depois que começa a se achar pertencente a “classes menos populares”.

Infelizmente não existe nada no sistema educacional, hoje, que dê um mínimo de informação política e de cidadania para os alunos de um modo geral, em todos os níveis da educação no país, inclusive nas universidades. Para muitos é como se sempre tivessem existido ou, quem sabe, surgido por geração espontânea ou ‘caído do céu’.
"Isso o PT de Lula/Dilma. O FHC/PSDB? Nenhuma!
422 escolas técnicas federais nos governos Lula/Dilma (12 anos) e 140 em 100 anos. Tem gente que ainda acha que para cuidar da educação tem que ser coisas do tipo (Dr.) Fernando Henrique (8 anos)... Sabe quantas? Nenhuma. Precisou de um operário para desencalhar o sistema de ensino técnico público no país. Estes números só se referem ao ensino técnico. E as universidades federais foram 14, só no governo Lula, o “iletrado”. E no governo do “multidoutor” FHC? Adivinha. Nenhuma!

Parece redundância, mas o Brasil tem uma nova realidade em várias frentes. Uma delas passa pela educação. Só para ter uma ideia, em doze anos de governos Lula e Dilma o país chega à marca de 422 escolas técnicas federais. O número é 3 vezes maior do que o que foi construído no Brasil em praticamente um século: entre 1909 e 2002 foram construídas 140 escolas.

Isso significa que além do agregar e incluir, verbos tão atrelados à recente história do país, há uma continuidade de política de governo. Entre 2003 e 2010, o presidente Lula entregou 214 escolas técnicas federais, enquanto a presidenta Dilma inaugurou 116 entre 2011 e 2013 e estão previstas mais 92 até o fim do ano.

Nesse ponto, alguém poderia perguntar: continuidade de política de governo, qual a novidade? Simples: em 1994, primeiro mandato do presidente Fernando Henrique Cardoso, foi assinada a Lei 8.948 que instituía o Sistema Nacional de Educação Tecnológica. Ela previa a transformação gradativa das escolas técnicas e agrotécnicas existentes em Centros Federais de Educação Tecnológica. Quatro anos mais tarde, já no segundo mandato, a Lei 9.649/1998 (link is external), que tratava sobre a organização da Presidência da República e dos Ministérios dizia:
Ou seja, na prática, a lei proibia (ou, pelo menos, dificultava enormemente) a criação de novas escolas pelo governo federal! E foi o presidente Lula que mudou isso ainda em seu primeiro ano de mandato.
E mais! Além de manter os investimentos em novas unidades para o ensino profissionalizante, a presidenta Dilma lançou em 2011, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, o PRONATEC, com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica. São R$ 14 bilhões investidos e 6,8 milhões de matrículas.

Leia mais, aqui

Se gostou deste post subscreva o nosso RSS Feed ou siga-nos no Twitter para acompanhar nossas atualizações

*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!

Bem vindo, a sua opinião é muito importante.