domingo, 17 de março de 2013

Gostaria de uma Igreja pobre para os pobres, diz o papa Francisco

Vaticano – Na sua primeira audiência com a imprensa, o papa Francisco disse hoje (16) que gostaria de ter uma Igreja pobre e destinada aos pobres. “Como eu gostaria de ter uma Igreja pobre para os pobres”, disse ele, explicando em seguida que esse era o sentido da sua escolha pelo nome Francisco.

O papa contou que se inspirou nas palavras do cardeal brasileiro dom Cláudio Hummes, que é arcebispo emérito de São Paulo e prefeito emérito da Congregação de Bispos, para escolher seu nome. Francisco disse ter ouvido de dom Hummes, durante a eleição, a seguinte recomendação:  “Não se esqueça dos pobres”. Em seguida, dom Hummes o abraçou e beijou.

O papa disse que, ao ouvir as palavras do cardeal brasileiro, pensou em São Francisco de Assis, aquele que não só defendia os pobres como a paz. “Imediatamente me veio à mente São Francisco, o defensor dos pobres, que combatia as guerras e o homem da paz”, disse o papa, em italiano.

O pontífice disse que também recebeu sugestões para escolher o nome de Adriano em alusão ao papa Adriano VI, reformador e considerado moderno. O papa disse também ter recebido sugestão para escolher o nome Clemente. “Mas aí eu disse: 'Não, Clemente foi o papa que pensou em extinguir a ordem dos jesuítas, a minha. Isso não posso fazer”, contou. (Do Agência Brasil)

Se gostou deste post, subscreva o nosso RSS Feed ou siga no Twitter, para acompanhar as nossas atualizações

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!

Bem vindo, a sua opinião é muito importante.