sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Prefeitura de São Paulo faz contrato de R$ 493 mil com a Abril, da Veja

Você acha que tem algo a ver com a capa da “Vejinha”? Não? Pois é, crença cada um tem a sua, mas, algumas podem concorrer desfavoravelmente para a nossa imagem de cidadão inteligente e livre, embora pareça o contrário. Não é a primeira vez. Você pode até chamar isso de jornalismo e continuar a comprar e/ou assinar tranquilamente, afinal, a cabeça e sua, não é verdade?

"Anos atrás, o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, foi Páginas Amarelas da revista Veja. Na mesma semana que saiu a entrevsita, uma blogueira de Brasilia levantou no Diário Oficial do GDF o pagamento de R$ 500 mil, em assinaturas da revista Veja.

Na semana passada, o prefeito de São Paulo Gilberto Kassab foi personagem de uma matéria de capa da Vejinha, altamente favorável.

No DO de 20 de setembro passado, há a informação de que a Prefeitura adquiriu assinaturas da revista Nova Escola, da Fundação Victor Civita, por R$ 493 mil.

No DO de 20 de setembro passado, há a informação de que a Prefeitura adquiriu assinaturas da revista Nova Escola, da Fundação Victor Civita, por R$ 493 mil.

Aparentemente, há um preço de tabela.
 
Do Luis Nassif
Em uma democracia, a liberdade de expressão e informação são pressupostos básicos, bem como o direito de se alinhar a qualquer corrente de pensamento ou ideologia. Entretanto, para não incorrermos no equívoco da parcialidade ou de uma visão distorcida dos fatos, e da realidade, é necessário que nos concedamos o direto do contraditório, ou seja, de ver a outra parte, o outro lado, o que evita a manipulação dos corações e mentes e a alienação.

Se gostou deste post, subscreva o nosso RSS Feed ou siga no Twitter, para acompanhar as nossas atualizações

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!

Bem vindo, a sua opinião é muito importante.